Wancley instala frente parlamentar para o desenvolvimento das regiões oeste e sudoeste de MT

Wancley instala frente parlamentar para o desenvolvimento das regiões oeste e sudoeste de MT

Maria Nascimento Tezolin/ALMT

A Assembleia Legislativa instalou na tarde de quinta-feira (19) a Frente Parlamentar para o Desenvolvimento das Regiões Oeste e Sudoeste de Mato Grosso. A meta é trabalhar o desenvolvimento da região de forma sustentável e com foco na qualidade de vida das populações locais. Os deputados membros já elegeram os pontos principais a serem trabalhados e definiram como maior preocupação a infraestrutura com objetivo de encurtar distâncias.

A frente foi proposta pelo deputado Wancley Carvalho (PV) e tem como membros os parlamentares Dr. Leonardo (PSD), Wagner Ramos (PSD), Saturnino Masson (PSDB), Eduardo Botelho (PSB) e Guilherme Maluf (PSDB). O deputado federal Ezequiel Fonseca (PP),  que tem base eleitoral na região, participou do evento e lembrou que a principal meta deve ser a ZPE (Zona de Processamento de Exportação) de Cáceres, mas outros temas, como a questão fundiária em razão de conflitos agrários e saúde e turismo em razão das riquezas locais, devem ser trabalhados.

O deputado Wilson Santos (PSDB) participou da instalação e afiançou: “quero protocolar apoio do governo para o trabalho da frente”. De acordo com Santos, “as regiões oeste  e sudeste de Mato Grosso ficaram por muito tempo sem representantes e, por isso, o trabalho chega em boa hora. Para ele, é preciso definir metas específicas para que sejam atingidas e se possa ter um resultado positivo.

Wagner Ramos disse que “o principal sonho é a ligação das duas regiões ao resto do estado, especialmente a Cuiabá, e a consolidação da ZPE, que é um sonho não só de Mato Grosso, mas do país, porque vai encurtar distâncias”. Além de infraestrutura, ele destaca as necessidades nas áreas de segurança, saúde e de crescimento do parque industrial.

Já Saturnino Masson destacou que “é preciso sensibilizar o governo para encurtar distância e para investir em outras frentes, como o crescimento da bacia leiteira e incentivo aos pequenos produtores”.

Eduardo Cardoso

Deixe uma Resposta

Close