Investigadores fazem reivindicações a Wancley para garantir melhorias para Polícia Civil

Investigadores fazem reivindicações a Wancley para garantir melhorias para Polícia Civil

Texto/Foto: Eduardo Cardoso

Um grupo de investigadores se reuniu com o deputado Wancley Carvalho (PV), na terça-feira (26), para acompanhar a tramitação de projetos e propor mudanças no estatuto da Polícia Civil. O reconhecimento de nível superior foi uma das pautas de reunião, no gabinete do parlamentar.

Apesar de exigência da formação superior para ingresso no cargo, as carreiras são tidas, legalmente, como nível intermediário. De acordo com o investigador Alessandro Moreira, a visita foi motivada pela preocupação e interesse do grupo em relação as mudanças que estão sendo debatidas.

“Viemos aqui e tivemos acesso sobre a discussão em pauta sobre as mudanças no estatuto da PJC, pois nos preocupa o futuro da nossa categoria. Os investigadores, de certa forma, estão ficando para escanteio. Somos em maior número dentro da polícia, mas somos tratados de forma desigual”, reclamou o policial ao criticar a ausência de investigadores e escrivães no Conselho Superior de Polícia Civil.

Outra reivindicação de Moreira é a participação efetiva na escola do diretor-geral da PJC, que hoje é feita apenas por delegados. “Nós não votamos nessa escolha; A Polícia Civil é composta por três categorias, e todos devem participar das decisões”, destacou o investigador que também reivindicou restruturação salarial.

O reconhecimento de nível superior e maior participação de investigadores e escrivães nas decisões da PJC já têm sido reivindicações do deputado Wancley, juntamente com sindicatos da categoria, desde 2015, quando o parlamentar propôs a atualização do estatuto da Polícia Civil.

“Meu gabinete está sempre de portas abertas para qualquer cidadão, que queira fazer reivindicações. Como sou servidor público, da segurança, os colegas policiais vieram trazer suas propostas e se atualizar dos trabalhos que tenho realizado aqui no parlamento estadual”, pontuou Wancley.

Ainda segundo o parlamentar, “foram discutidas mudanças no estatuto; existem pontos divergentes e convergentes entre as três categorias. Além disso também recebi reivindicações sobre a nova tabela salarial e tratamos da autonomia financeira e orçamentária das força de Segurança Pública, trabalho que realizo aqui por meio de uma câmara setorial temática”, finalizou o deputado.

Eduardo Cardoso

Deixe uma Resposta

Close