Palestra sobre constelação familiar será realizada na ALMT nesta quinta (19)

Palestra sobre constelação familiar será realizada na ALMT nesta quinta (19)

Texto: Eduardo Cardoso/Foto: Simone Bernardino

A resolução de conflitos familiares, a partir do uso da técnica de terapia alternativa, conhecida como ‘constelação’, será tema de palestra gratuita, nesta quinta-feira (19), às 15h, no auditório Licínio Monteiro, na Assembleia Legislativa. O assunto será tratado pelo psicólogo e especialista no assunto, Luciano Alves.

O método terapêutico tem ganhado espaço no tribunais de júri, e amplamente utilizado pelo judiciário de Mato Groso para facilitar a mediação de conflitos, sobretudo em casos da Vara de Família, em questões como pensão e guarda de filhos.

Resolução de conflitos afetivos, como entre pais e filhos, da vida profissional e organizacional serão temas abordados pela palestra com o especialista, que se estende até às 18h. “O assunto é destinado àquelas pessoas que querem ser melhores; Além disso, pessoas que estão diretamente relacionadas com as áreas de saúde, educação, jurídica e, sobretudo, terapeutas são nossos convidados”, pontuou a organizadora da palestra e facilitadora em Constelação Familiar e Organizacional, Simone Bernardino.

Na Assembleia Legislativa, o deputado Wancley Carvalho (PV) coordena a Frente Parlamentar em Defesa das Práticas Integrativas em Saúde (Frente Holística), que acompanha e propõe projetos e programas no campo das terapias integrativas, sobretudo com o objetivo de desenvolver políticas públicas que possibilitem a integração entre a medicina alternativa e o Sistema Único de Saúde.

“Dentro das práticas integrativas em saúde a Constelação Familiar é uma ferramenta incrível para humanizar e alinhar assuntos conflitantes. Temos exemplos proveitosos e produtivos no campo jurídico, com abordagem sistêmica, com indivíduos ou um grupo que se unem para formar um inconsciente coletivo e solucionar emaranhados de relacionamentos que podem levar ao fim uma demanda jurídica”, defendeu e finalizou Wancley.

Frente Holística -  A ALMT foi o primeiro parlamento estadual a instalar uma frente parlamentar para defender as práticas integrativas em saúde. Desde então, juntamente com os terapeutas, Wancley tem buscado alternativas para difundir as técnicas complementares e transformá-las em política de saúde pública.

Sobre o assunto, tramita na ALMT um projeto de lei do parlamentar que institui o Plano Estadual de Medicina Natural e Práticas Complementares no Sistema Único de Saúde. O principal objetivo da Frente Holística é contribuir com a melhoria da saúde dos mato-grossenses, combinando a medicina convencional com terapias complementares.

Eduardo Cardoso

Deixe uma Resposta

Close